Vanilla Resort
Lançamento: 27.08.2014
Elenco: Hatano Wataru×Abe Atsushi
Download: doramabaka.info

Rá! Li, reli e pode me listar como uma fã desse mangá! Não é à toa que as minhas mãos coçam pela oportunidade de ouvir os protagonistas em ação, MWAHAHA! >:D
A trama de "Vanilla Resort" apresenta Takeshima Mutsumi (Hatano Wataru), um mangaká de obras eróticas como seme, e o seu angelical veterano de colegial, Teraoka Akiharu (Abe Atsushi), agora trabalhando para ele como housekeeper (desculpe, eu não consigo falar que o rapaz é empregado doméstico... Falam tanto esse termo em japonês que eu já me acostumei :P), como uke. Esse ofício foi ofertado pelo seu kouhai ao encontrá-lo por acidente enquanto estava procurando emprego, o que foi bem conveniente porque todas as suas tentativas de entrevista até então tinham sido falhas e até moradia sob o mesmo teto foi-lhe oferecida. Contudo, ajudar com os desenhos eróticos e depois com as necessidades sexuais do seu benfeitor despertaram sentimentos confusos e difíceis de segurar ou organizar quando o trabalho obriga o convívio a dois diário...

Expectativa


Nunca nutro muita esperança de que os títulos que eu gosto vão ser adaptadas para um Drama CD (se "Rutta to Kodama" não ganhou, não nutrirei esperanças mesmo!), mas, uma vez que fosse, pensava que esta seria mais uma obra da Ootsuki Mui que contaria com o Takeuchi Ken novamente como uke (aliás, "Playzone ~ Nikushoku kareshi to kaikan tenshi" é uma delicinha com esse homi!). Para a minha surpresa e felicidade, o escolhido foi o Abe-san, que, por sinal, está dominando tudo que é título agora! Digo "surpresa", porque essa criatura desapareceu do gênero Boys Love depois da série "Steal!" e de "Hisho Ikuseichuu", logo quando eu estava o colocando na minha listinha rosa e florida dos melhores seiyuus ukes desta vida ele estava fugindo justamente de mim, né. Que bom que você voltou, rapaz! Mas se solte mais com o meu ukezinho de "Vanilla", ok? XD

Review depois de ouvir


 Então, gostei bastante da interpretação dos personagens, embora tenha achado meio estranho o tom de voz todo fininho e atrapalhado que o Hatano-san adotou para aquele cara enorme - de munição proporcional ( ͡° ͜ʖ ͡°) - que é o seme. Não sei se faria tão diferente essa adaptação, mas, se era para ser assim, acho que elencaria o Maeno Tomoaki para interpretá-lo. Acho que ele conseguiria passar aquela insegurança do personagem, porém sem perder tanto o "poder ofensivo", até porque ele fica um pouquinho (um TIQUINHO) mais assertivo no segundo volume do mangá.

E, falando nele, eu tenho de dizer que a minha empolgação lá em cima com esse Drama CD se deu pelo conjunto da obra (volumes 1 e 2). Escrevi daquela forma antes de saber que essa adaptação corresponderia somente ao primeiro volume, que é infinitamente "chocho" em relação ao segundo, na minha opinião. Então, para ser justa com o título, seria necessário que eu escrevesse uma resenha a respeito DEPOIS que saísse o segundo Drama CD. Contudo, para a minha mais nova aflição, ainda não se tem nem sopro de notícia de quando o bendito será lançado. Mé. :(

27.8.14

BLCD: Vanilla Resort


Shitteru yo. Vol. 1
Lançamento: 27.08.2013
Elenco: Hatano Wataru×Murase Ayumu; Toriumi Kousuke×Maeno Tomoaki
Download: doramabaka.info

Resumo


Após um dia de aula, Sawahata Sugutoshi (Hatano Wataru) volta para a sua sala de aula porque havia esquecido algo em sua carteira. Entretanto, não contava que alguém estivesse ainda na sala e tinha de ser justamente Hoshizaki Yuusei (Murase Ayumu). Sawahata se enquadra como um "aluno exemplar", ou seja, tira boas notas, é atlético, educado e sempre tenta manter uma boa relação com todos; apesar desse perfil, nunca trocou uma palavra sequer com Hoshizaki, um garoto muito quieto, isolado e cujo semblante não era muito amistoso. Não gostando muito da sua atitude indiferente, Sawahata resolve perguntar diretamente a Hoshizaki se tinha algo contra a sua pessoa, mas foi pego desprevenido quando este responde que gostava dele e, de quebra, fica ruborizado. Foi quando percebeu que Hoshizaki era apenas mal interpretado pela sua aparência: no final, tratava-se apenas de um menino tímido com dificuldades para mostrar o que sentia em função das feições de seu rosto.

Aos poucos, Sawahata tenta incluir Hoshizaki em seu círculo de amizades, mas estava confiante de que seria a única pessoa para quem Hoshizaki conseguiria mostrar seus sentimentos abertamente. Quando essa certeza se desmancha, ele fica chateado e até cogita que Hoshizaki tenha se cansado dele e usado-o para conseguir ter amigos também. Embora não soubesse o motivo de Sawahata começar a tratá-lo com frieza, Hoshizaki vai à sua casa para se desculpar; é nessa oportunidade que o aluno exemplar joga limpo, afirmando que o sorriso e a gentileza por ele tão apreciados são uma farsa. Contudo, seu tímido admirador revela já saber disso desde o princípio, e complementa: sorrir para apaziguar os ânimos de quem está a seu redor também é uma forma de gentileza, algo que Hoshizaki acredita não conseguir fazer igual. Ao saber que era tão querido pelo que era de verdade, Sawahata resolve descobrir de que forma Hoshizaki realmente gostava dele...

Minha Opinião


Na verdade, trata-se de uma proposta bem clichê (embora o que faça a magia da coisa seja a habilidade narrativa do autor) e não é bem isso o que me chamou a atenção para esse Drama CD, mas sim uma escalação no elenco: Murase Ayumu! Esse é um nome relativamente novo na dublagem japonesa que faz sua estreia no ramo dos BLCDs. Seu principal trabalho até o momento é o Hinata em "Haikyuu!", anime pelo qual me declaro estar em um relacionamento sério (quase obsessivo). Não bastasse isso, parece que é sina de anime de esporte ter, por mais robusto que o traço seja, imaginação fujoshi por atrás, logo o fofo do Hinata não poderia estar imune e se tornou um ótimo candidato a uke nas nossas mãos. Assim sendo, em função da grande oportunidade de se fantasiar com o Hinata nessa situação, nutro GRANDES expectativas por essa interpretação do Ayumu-kun. ♥

Quanto ao Drama CD em si, foi lindo! Parabéns ao Ayumu-kun, foi um ótimo resultado para a sua primeira vez no ramo! Engraçado foi o Hatano-san comentar, no Free Talk, sobre o que estava circulando entre os seiyuus: "Hatano-san 'iniciou' o Ayumu-chan", "Hatano-san é o 'primeiro' do Ayumu-chan"! Sério, reunião entre seiyuus de BL não presta, é o covil do duplo sentido.

Eu já tinha ouvido uma prévia no site oficial do Drama CD, e é bem interessante ver como o Ayumu-kun pode fazer tanto um garoto extremamente enérgico e agitado como o Hinata ("Haikyuu!"), quanto outro totalmente introvertido, tímido e de tom monótono, como é o caso do Hoshizaki. Mas, de todo modo, sua performance é MUITO FOFA! Também reparei que houve dificuldade em reproduzir sons de beijos, a respiração ofegante e os moans, mas o Hatano-senpai deu um jeito e ficou tudo certo. No Free Talk, Ayumu-chan admitiu não apenas isso, como também afirmou que estava tentando aprender todos esses truques na hora, observando seu veterano - saber disso deixou o Hatano-san envergonhadíssimo! Apesar disso, ele revelou que também aprendeu tudo o que sabe dessa forma, sendo o primeiro o Toriumi Kousuke, que fez a segunda estória do Drama CD com o Maeno Tomoaki.

Aliás, nos últimos tempos, esses dois veteranos têm sido escalados juntos em vários trabalhos, sendo que a surpresa apenas é em saber quem será o uke e quem será o seme. Os dois foram perfeitos em suas performances (Maeno-san é o irmão mais velho de Yuusei, Daichi, e Toriumi-san interpreta seu amigo e colega de faculdade, Jun), mas considero que o mangá em si não foi muito generoso com os seus personagens nas cenas de sexo. É uma pena, porque eles não são nada virgens, mas quem teve direito ao "PF", o prato completinho, no final, foram os colegiais inexperientes.

BLCD: Shitteru yo. Vol. 1

O Blog tem Instagram » @subindonolustre

© Subindo no Lustre. Design by Fearne.